Dicas de Liderança com: Greys Anatomy

A Renomada série de televisão “Greys Anatomy” ou “Anatomia da Grey” (em português) vem conquistando fãs pelo mundo todo no decorrer de suas 17 temporadas. A história é voltada ao cotidiano de um Hospital Escola em Seattle e a vidas de jovens iniciantes na área médica, mas o que poucos destacam são as aprendizagens sobre Liderança e administração que podemos retirar ao longo da história. Vamos falar sobre algumas?

1 – Saiba delegar
Em Grey’s Anatomy, a chefe da área de cirurgia, Miranda Bailey, realmente tem uma bela habilidade para delegar funções.
Ela faz isso com maestria assim que nota alguém da equipe com capacidade de desempenhar uma atividade melhor do que ela, além de saber exatamente como distribuir as tarefas ao time, garantindo maior eficiência ao seu departamento, dar autonomia às pessoas e, consequentemente, motivá-las com o propósito do hospital, isso permite que ela foque em assuntos bem mais delicados.

2 – Diferença de líder e de chefe
Richard Webber ganha destaque com seus anos de ensino das atividades e rotinas hospitalares aos iniciantes da área. Seus conhecimentos são transmitidos com cuidado, paciência e verdadeira educação, no intuito de fazer com que seus alunos tomem seu lugar um dia, ou sejam melhores do que ele é. Exemplo de sua eficiência é sua aluna Miranda Bailey seguir sempre seus ensinamentos, conquistando inclusive o cargo de chefe de cirurgia.

3 – Cuidado com as situações estressantes
Todos nós passamos por momentos de estresse, seja enquanto líderes ou donos de negócios, e certamente eles são tão difíceis quanto os apresentados em Grey’s Anatomy.
Isso mesmo! Afinal, por mais que não saibamos como funciona o dia a dia dentro de um hospital, sabemos exatamente onde o calo aperta no nosso trabalho, não é?
Mas o que os médicos fazem na série? Param e respiram! Lembre-se de que resolver as dificuldades no momento do estresse só vai fazer com que tome decisões erradas.
Portanto, saia da sua mesa, espaireça e retome o assunto quando estiver com a cabeça fresca e, de preferência, com a melhor solução.

4 – Seja aberto às diferenças
Grey’s Anatomy é uma das séries que mais focam em diversidades. Mulheres que se tornam chefes de departamentos antes predominados apenas por homens, igualdade salarial e orientação sexual são algumas situações presentes. Todos os personagens possuem foco e competência para trabalhar e resolver problemas. Assim seguimos na vida real, foque nas competências de cada integrante da sua equipe e desenvolva suas qualidades. 

5 – Ensinar direito para fazer direito
Webber passa boa parte da série destacando a importância de dedicar um tempo para ensinar os iniciantes da área. Tornar um hospital referência de trauma e de grande porte em um hospital escola para não ter novos concorrentes e sim novas oportunidades, novas chances de conquistar algo grande, é sem sombra de dúvida, uma das maiores lições adquiridas na série.

6 – Gestão de Crise e Reconstrução
No decorrer da série a Fundação Harper Avery, também proprietária do hospital principal da série, tem seu nome manchado em mídia nacional. Uma especialista em crise sugere que Catherine leve a culpa pelos acordos e Jackson junto a Meredith apresentam uma ideia genial: transformar a fundação Harper Avery em Fundação Catherine Fox, com uma declaração à imprensa que promete “dar voz àquelas que foram silenciadas”. A proposta é a seguinte: “Escutar e aprender com a história de cada mulher. Pagar, treinar e recontratar todas as vítimas de abuso de Harper Avery”.
Utilizando do caos em reconstrução de algo muito maior.

7 – Conhecimento Financeiro e habilidade de dizer não
Quando Alex Karev fica no lugar de Miranda Bailey de forma provisória, tenta não se indispor com nenhum integrante da equipe, evitando dizer não para as solicitações feitas. Porém, sem conhecer amplamente suas verbas de gastos trimestrais e compreende-las de forma correta, ele acabou gastou o que teria para 3 meses em apenas 1 semana de atuação. A situação foi contornada na série mas destaca a importância de saber dizer não e fazer um bom planejamento financeiro, além de saber o que isso significa.