Leão: sinônimo de Imposto de Renda e da Nova Live Action Disney

A imagem do Leão marcou toda a geração dos anos 90 com uma história emocionante que narra a vida de Simba, onde sentindo-se culpado pelo assassinato do seu pai, o rei Mufasa, foge do seu Reino, sem saber que a morte foi organizada pelo seu tio Scar, para tomar seu lugar como rei. Mas antes disso, em 1980, a imagem do felino apareceu pela primeira vez ligado em peças publicitárias da Receita Federal. Em 10 anos foram produzidos cerca de trinta vídeos com a imagem de um leão. Hoje, vários dicionários até incluíram na definição da palavra “leão” alguma referência ao Imposto de Renda, como Michaelis, que diz ter um significado coloquial é: “Órgão encarregado da arrecadação do imposto de renda”, e foi assim que o leão tornou-se símbolo do trabalho de fiscalização da Receita. Mas você sabe o motivo? Ele foi escolhido por causa de suas características que, segundo o próprio órgão responsável: “O fato de ser o rei dos animais, traz uma imagem de justiça e lealdade. Além disso, sua imagem a primeira vista representa imponência pacífica, não ataca sem avisar; é justo; leal; manso, mas não é bobo.”. Passando o período de maior trabalho dos nossos profissionais contábeis, que tal curtir o “bichinho” sem ser trabalhando?

Nesta quinta-feira (18) estréia o live action mais esperado da Disney: O Rei Leão ou The Lion King. O desenho original foi lançado em 1994 sendo o 32.º longa-metragem animado produzido pelo Walt Disney. A animação ficou amplamente conhecida pelos seus ensinamentos de vida, com a famosa música Hakuna Matata, cantada por Timão e Pumba, e com a forma fraternal e humilde da liderança do grande Mufasa. Foi aclamado pela crítica e público, que elogiou o filme pela sua música, enredo e animação, ganhando dentre os vários prêmios, o Oscar de Melhor Trilha Sonora Original e Melhor Canção Original (“Can You Feel the Love Tonight“, de Elton John e Tim Rice), além do Globo de Ouro de Melhor Filme Comédia ou Musical. Após 25 anos de sua estréia a animação recebe uma live action atualizada contando com a cantora Beyoncé, na versão norte americana, para a voz de Nala, uma jovem leoa e futura rainha do reino de Simba. A cantora se envolveu tanto no projeto que produziu um álbum inteiro inspirado na obra e teve uma das músicas anexas ao filme “SPIRIT“. A mesma personagem (Nala) foi dublada pela cantora Iza em sua versão brasileira.